Edicões Gambiarra Profana/Folha Cultural Pataxó

domingo, 10 de abril de 2011

PIC NIC



Toalha aberta na grama
Um jeito simples no olhar
Cabelos soltos a se embaraçar
Lábios sedentos para beijar

Céu aberto
Você por perto
É tudo que preciso ter
Sou feliz por amar você

Sanduiche natural
Feito com recheio de carinho
Saboreamos ouvindo os passarinhos

Imagine essa tarde
Nós dois deitados na grama
Felizes como quem ama

11 comentários:

  1. Boa tarde, querido amigo Arnoldo.

    Lindo poema!!
    Pic nic é romântico. É divino...

    Um grande abraço.
    Tenha uma linda semana, cheia de paz.

    ResponderExcluir
  2. Que linda tarde para se fazer um pic nic, fiquei com vontade!

    ResponderExcluir
  3. Aiai...que coisa mais fofa isso
    Amei, me vi sentada em toalha xadrez, chapéu e cabelos ao vento

    Uma ótima semana pra vc, cheia de muito amor e paz!
    Espero sua visita em minha casa, será uma prazer.
    bjs
    Borboleta
    www.voandocomborbolletas.blogspot.co

    ResponderExcluir
  4. Boa noite Arnoldo. Lendo esta poesia bonita, reconstruo piqueniques, trago saudade gostosa!

    Amigo! Entrei numa féria longa, não sei predizer... Vou demorar um pouco para voltar a postar.

    Um grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Ah, que sonho essa cena...

    Lindo demais! :)

    Bjos! Obrigada pela presença!

    E vamos confiar na vida!

    ResponderExcluir
  6. QUE MEIGO....

    UM PIC-NIC ENCANTADO..

    LINDO SEU POST ARNALDO...

    SIMPLES E ROMANTICO,

    BEEJO-BEEEEEEEEEJOS...

    DARLENE ALVES...(",)

    ResponderExcluir
  7. Adorei, imaginei a cena. Pic-nic é bom demais. Beijinhos carinhosos meu amigo.

    ResponderExcluir
  8. Adorava fazer pic nic quando era criança... juntava eu as minhas irmas as primas fora as vizinhas e iamos no campinho em frente da casa da minha mãe que hj não existe mais . e er a la nosso pic nic muito bom... ate suco de carambola tinha fresquinho da hora ;...
    beijos... vc sempre excepcional

    ResponderExcluir
  9. Estimado Amigo Poeta dExcelência:
    "...Céu aberto
    Você por perto
    É tudo que preciso ter
    Sou feliz por amar você

    Sanduiche natural
    Feito com recheio de carinho
    Saboreamos ouvindo os passarinhos..."

    Uma delícia.
    Escreve com o seu coração de ouro puro nas mãos e isso é fabuloso e perfeito.
    Bem-Haja, pela honra da sua amizade.
    O seu blogue fascina, maravilha e encanta.
    Parabéns.
    Abraço amigo.
    Com respeito profundo por si e pelo que concebe de beleza imensa.
    Ssmpre a admirá-lo

    pena

    Excelente!
    Bem-Haja, notável e sublime poeta amigo.
    Adorei. É fascinante passar aqui.

    ResponderExcluir
  10. Este seu blog acabei de conhecer. Como os outros, é sonoro quanto o cantar dos pássaros.
    Você colocou no poema a simplicidade de um encontro com a natureza, transmitindo a pureza
    do amor.

    ResponderExcluir
  11. vinho branco?
    um sonzinho com Billie Holiday?

    ResponderExcluir